11 de jan de 2013

Somebody To Love - 1º Capítulo


Jennyfer On*

Segunda-feira, 6 da manhã. Despertador tocando sem parar. Eu morrendo de sono.
Essa é basicamente minha rotina pela manhã. Não é porque minha mãe é a Kelly Clarkson que eu deixo de ir para a escola, não infelizmente. Só que eu estou de férias! Porém, mesmo assim tenho que levantar cedo para fazer meus "deveres". Tomei coragem que eu não tenho a menor ideia de onde tirei e me levantei, desligando o despertador em seguida. Fui direto tomar uma ducha e fazer minha higiene matinal. Logo já estava arrumada e pronta para mais um dia chato.


Peguei minha bolsa onde coloquei meu iPhone juntamente com outras coisinhas básicas e desci para a cozinha encontrando minha mãe e Maria, uma de nossas empregadas.

Eu: Bom dia!
Mãe: Bom dia filha - disse me dando um beijo no rosto -.
Maria: Bom dia senhorita Clarkson - sorri -.
Mãe: Só estava esperando você para comermos.
Eu: Tem notícias do senhor Brandon ? - disse enquanto nos sentávamos a mesa -.
Mãe: Seu pai, você quis dizer não é mesmo ?!
Eu: Que seja.
Mãe: Sim, ele ligou agora pouco dizendo que está tudo bem e que daqui uma semana volta.
Eu: Para em seguida viajar de novo ? - falei sarcasticamente -.
Mãe: Jennyfer ! Você sabe que é o trabalho dele.
Eu: Eu sei, só acho que ele não sabe que também tem uma família.

Minha mãe ficou em silêncio porque ela sabia que eu não estava mentindo. Pra falar a verdade, eu não sei porque meu pai trabalha tanto já que minha mãe é mundialmente famosa e tal, nunca faltou nada pra gente, a não ser o meu pai mais presente em nossas vidas. Só que eu não vou me importar com isso, não mais.
O milagre maior dessa manhã é que a Jasmine ainda não me ligou ou mandou mensagem. O que é muito estranho, ou ela está dormindo, ou ela está dormindo :P
A Jas é a minha melhor amiga, eu acho.. na verdade eu tenho certeza que ela é a única que me entende, nem minha própria mãe me entende como ela. Desde quando nos conhecemos eu sabia que ela iria ser uma pessoa muito importante na minha vida. Não conseguimos ficar sem nos falar por mais de 24 horas. Somos praticamente irmãs separadas na maternidade. Se bem que eu não queria ser irmã do irmão dela haha' Ele é um gato. Já fui afim dele, ficamos algumas vezes mas nada mais sério. Ele é um fofo mas não faz meu tipo.
Tomamos nosso café da manhã em silêncio e logo já estava no carro com minha mãe indo ao estúdio. Hoje ela irá me mostrar como tudo funciona, como se eu quisesse saber né.
Chegando lá, encontramos Victor o produtor musical da mamãe e o Alfredo Flores.. não pera, o que o Fredo está fazendo aqui mesmo ?

Mãe: Bom dia meninos! - disse antes de entrar na cabine -.
Victor&Fredo: Bom dia Kelly.
Victor: - percebendo minha presença - Ora ora se não é a senhorita Jennyfer Clarkson. O que devemos a honra da sua visita ?
Eu: Bom dia pra você também Victor. E o que você está fazendo aqui ? - me referi ao Fredo -.
Fredo: Bom dia pra você também - me imita e eu ri -.
Eu: Bom dia Fredo lindo que vivi no meu coração - nos abraçamos -.
Fredo: - ri - Me ame menos, agradecido.
Eu: Se ache menos, agradecida.
Fredo: Mas eu não me perdi.
Eu: Idiota - mostrei a língua -.
Victor: Olha os modos no meu estúdio - disse meio alto já que estava longe de nós conversando com minha mãe -.
Eu: A conversa não chegou no fofoqueiro - disse baixo -.
Fredo: Vocês só podem se amar no fundo né - disse rindo -.
Eu: Nunca.
Fredo: Nunca diga nunca - pisca -.
Eu: Bobo - disse nos sentando nos sofás que haviam ali - Então, você não me respondeu ainda. O que está fazendo aqui ?
Fredo: Eu estou bem também, obrigado pela preocupação - ironicamente -.
Eu: Para de enrolar e me diz logo - falei impaciente -.
Fredo: - ri - Ok, me perdoe pela "enrolação" senhorita Clarkson - faz aspas e ri - Não posso mais vir ao estúdio do meu amigo ?
Eu: E desde quando você é amigo desse ai ?
Fredo: Desse ai ? - ri - Só você mesma Jenny - sorri, amo quando me chamam pelo meu apelido -.
Eu: É sério Fredo.
Fredo: Ok, eu me rendo - disse levando suas mãos ao alto - Soube que você viria aqui hoje e resolvi fazer uma surpresa - sorri -.
Eu: Aham, finjo que acredito.
Fredo: Ué, não posso mais fazer uma visita a minha melhor amiga ? - sorri sapeca -.
Eu: E o que você está fazendo aqui que ainda não foi ver a Selena ? 
Fredo: - ri - Ciúmes ?
Eu: Nem sei o que é isso.
Fredo: Ok, finjo que acredito.
Eu: Idiota!
Fredo: Que você ama.
Eu: Quem te iludiu assim ?
Fredo: Você mesma.
Eu: Não me lembro de ter feito isso.
Fredo: - ri sarcasticamente - Ok.
Eu: Enfim, pode me falar o real motivo que você veio atrás de mim ?
Fredo: Quero te levar para conhecer a Team Bieber.
Eu: Ué, mas por quê e pra quê ?
Fredo: Porque você não conhece e pra que sim.
Eu: Eu não vou.
Fredo: Não vai por quê ?
Eu: Porque não.
Fredo: E por quê não ?
Eu: Porque eu não quero.
Fredo: E por quê você não quer ?
Eu: Porque não.
Fredo: E por quê não ?
Eu: Porque não Fredo.
Fredo: Mas por quê não ?
Eu: Ok, eu vou - irritada -.
Fredo: Sabia - me abraça forte -.
Eu: Eu preciso estar viva para ir lá sabia ? - ri -.
Fredo: Ok - me solta - Desculpa - ri -.
Eu: Mas tem que ver com a minha mãe porque eu não sei como está "minha agenda" para hoje - fiz aspas e ri -.
Fredo: Tá tudo certo, já falei com ela.
Eu: Como assim Alfredo ?
Fredo: Alfredo não - faz biquinho -.
Eu: - ri - Como assim Fredo ?
Fredo: - ri - Sou um ninja, já resolvi isso tudo.
Eu: E se eu dissesse não ?
Fredo: Iria te convencer a ir, assim como fiz - ri -.
Eu: Bobo.
Fredo: - se levanta - Então, vamos ?
Eu: Agora ?
Fredo: Não, daqui 1 minuto.
Eu: Besta!
Fredo: - ri - Vamos logo - disse me puxando, me fazendo levantar -.
Eu: Só vou avisar a minha mãe.
Fredo: Te espero lá fora - disse e saiu -.

Bem, pelo menos não vou ter que aprender como tudo funciona aqui, porque seria muito tedioso, tenho certeza, ainda mais com a presença do "querido" Victor.
Fui até a cabine onde minha mãe estava com ele conversando.

Eu: Atrapalho?
Victor: Magina - ironicamente -.

Minha vontade foi de socar na cara desse idiota. Me pergunto como minha mãe o suporta, porque né.

Eu: Então mãe, falei com você - a olhei -.
Mãe: - ri - Vocês dois hein.
Eu: Enfim, vou ir com o Fredo conhecer a Team Bieber, não sei pra que né, mas ok.
Mãe: Ok querida, vai almoçar com ele ?
Eu: Acho que sim.
Mãe: Está bem, se cuide.
Eu: Pode deixar mãe - disse e sai -.

Encontrei o Fredo encostado em seu carro.
Deixando claro, eu tenho um carro. Mas como vim com a minha mãe tive que deixá-lo em casa.
Assim que ele me viu, abriu a porta do carro pra mim entrar.

Eu: Que cavalheiro - disse antes de entrar -.
Fredo: De nada gata - ri fechando a porta -.

Ele deu a volta, entrando no carro e dando partida logo em seguida.

Eu: Belo carro - disse quebrando aquele silêncio -.
Fredo: Obrigado - sorri -.
Eu: Parece com o meu.
Fredo: Eu sei.
Eu: Só que o meu é mais bonito - sorri -.
Fredo: Eu também sei - ri -.
Eu: Então, pra onde estamos indo ?
Fredo: Para o hotel onde estão alguns da Team Bieber reunidos em uma sala.
Eu: Eles sabem que você tá me levando até lá ?
Fredo: Alguns sim, outros não - sorri sapeca -.
Eu: Quando você sorri assim significa que ou você está aprontando ou você está aprontando - ele riu -.
Fredo: Você me conhece bem hein.
Eu: Claro, sou sua "melhor amiga" não é mesmo ? - fiz aspas -.
Fredo: - me olha e volta a concentrar-se na estrada - É sim.

Logo já estávamos na frente de um lindo hotel com os manobristas abrindo a porta do carro pra mim e para o Fredo. Logo eu e ele adentramos até a recepção indo em direção a tal sala, eu acho.

Fredo: Preparada ? - disse quando paramos em frente a uma porta -.
Eu: Preparada pra quê ?
Fredo: Não sei, é modo de falar - ele ri -.
Eu: Você não é normal.
Fredo: Eu sei e você também não vai ser assim que entrarmos nesta sala.
Eu: Estou até ficando com medo - ri -.
Fredo: Bobinha - disse abrindo a porta logo depois -.

Assim que entramos todos direcionaram seus olhares para nós, mais exatamente para mim.
Dei uma olhada em geral parando no Justin Bieber que eu não conhecia pessoalmente ainda. Nossos olhares se "encontraram".
Foi estranho quando nossos olhares se cruzaram, pois uma corrente elétrica parecia passar pelo meu corpo todo ao ver aqueles lindos olhos cor de mel que o Bieber tem. Parecia que só existia eu e ele nesse momento. Isso mexeu comigo, de certo modo, mexeu com meu coração.
Espera aí, o que está acontecendo comigo ?


E aí, quando vem me ver, tô aqui esperando você ♪ 
Ops.. sqn né :3 kk '
E aí ? Tudo de boa na lagoa ? Parei/
Bem, ai está o 1º capítulo de STL . Sei que ficou super sem graça mas fazer o quê :P
Prometo fazer o segundo melhor (:
- > 10 comentários de pessoas diferentes why tenho mais de 40 seguidores u.u'
E marquem em "Gostei" se vocês tiverem gostado também ;)
Beijos,  @owndrew_




4 de jan de 2013

Somebody To Love - Sinopse


Todos queremos um amor, alguém para chamar de meu/minha, alguém para abraçar no frio, alguém para andar de mãos dadas no parque.. Não só para dizer aos outros "Eu tenho um(a) namorado(a)" mas sim para se sentir amado(a). O amor para algumas pessoas demora a acontecer, porém quando acontece é intenso, forte, o que torna a dor muito pior se perder a pessoa amada.
Mesmo assim todos já quiseram, querem ou ainda vão querer alguém para amar e ser amado.


Personagens principais:
Jennyfer Clarkson

Americana, Morena, Linda, Sensível, Delicada, Divertida, Louca, eu não sou apenas um rótulo.. 
Ops. isso aqui não é Malhação :P
Sou filha da Kelly Clarkson, acho que já perceberam isso (: Minha vida não é normal por causa disso, o que eu não gosto nada, já que tenho paparazzis na minha cola 24 horas por dia. Mal vejo meu pai já que ele está sempre viajando, mas não me importo muito com isso apesar de morrer de saudades dele, o que eu não demonstro. O pior de tudo é ser filha única, não ter um irmão ou irmã para conversar, sair por ai, mas pelo menos tenho muitos amigos.
Tenho 18 anos e minha melhor amiga é a Jasmine Villegas, ou só Jas como eu a chamo. Tenho outros amigos como a Miley Cyrus, Demi Lovato,  Ryan Butler, Alfredo Flores, entre outros.
Ser filha da Kelly Clarkson tem lá suas vantagens né hahah '
Nunca me apaixonei de verdade, nunca disse um eu te amo para um garoto, até conhecer o Justin Bieber ...

Justin Bieber

Canadense, Loiro, Lindo, Gostoso, Divertido, Convencido, Muito Normal e o mais desejado do mundo.
Esse sou. Ok, talvez parte disso seja mentira mas.. não não, é tudo verdade mesmo, principalmente a parte de ser convencido :P
Sou Justin Drew Bieber, tenho 18 anos .. bem, isso todos vocês já sabem.
Minha vida é ótima, tenho uma família maravilhosa, meus amigos Ryan, Chaz, Chris, Alfredo, Dan, Lil e outros são incríveis, tenho uma namorada linda e as melhores fãs do mundo, as minhas Beliebers.
Apaixonado ? Acho que sim e pela minha Sel. 
Mas minha vida vira de cabeça para baixo e meus sentimentos pela Selena ficam confusos quando eu sou apresentado a Jennyfer Clarkson ..


Outros personagens:

Kelly Clarkson

Jasmine Villegas

Selena Gomez

Miley Cyrus

Demi Lovato

Alfredo Flores

Chaz Somers

Christian Beadles

Ryan Butler


Os outros personagens vocês irão conhecer ao longo da história .

Comentem o que acharam por favor ?
Agradeço desde já .
Ah, quanto tiver comentários suficientes na minha opinião, postarei o 1º capítulo .
Qualquer coisa, estou no meu twitter @owndrew_
Beijos ;*





11 de jul de 2012

ηєvєr sαy ηєvєr ♥ 31º Cap.

Eu: E então ? Ninguém vai me dizer nada ?! Que show e que segredo ?
Justin: Não é nada (SeuNome) - nervoso -.

Eles acham mesmo que me enganam ? Na boa, eu posso parecer idiota, mas não sou .

Eu: Ninguém vai me contar mesmo ?
Alfredo: Não tem nada pra contar gatinha .
Scooter: É mesmo, eu falei apenas brincando .
Eu: Então é assim né, beleza - disse me levantando -.
Tia: Onde vai querida ?
Eu: Vou dar uma volta pela cidade, ah e se eu for sequestrada ou morta avisem aos meus pais que eu os amo muito ok ? Beijos - sorri ironicamente indo até a porta da sala -.
Tia: (SeuNome) volte aqui agora .
Eu: - voltei até onde todos estavam - O que ? - revirei os olhos -.
Tia: Você não pode agir assim querida .
Eu: Tia, na boa. Se ninguém quer me contar nada pra quê vou ficar aqui ?
BFF: (SeuAp) você sabe que não é bem assim .
Eu: Gente, de boa. Sério mesmo. Vou dar uma volta, vai que encontro com o meu princípe encantado ? Não posso perder essa oportunidade né - senti o Justin me fuzilar pelo olhar -.
Alfredo: - percebendo - Como se você já não tivesse o encontrado faz tempo .
Eu: - ri - Não acredito ! O tempo todo era você Alfredo ?! Como não descobri antes .
Alfredo: Você me entendeu .
Eu: Aff. Posso ir agora ?
Pattie: Tive uma ótima idéia. Que tal irmos ao shopping nori.. quer dizer, (SeuAp) ?

PARA TUDO ! A Pattie ia me chamar de norinha ou eu estou ficando maluca ? (AAAA) Preciso gritar. Ok, calma (SeuNome), respira .

Eu: Pattie minha linda, obrigado pelo convite mas não vai dar - sorri -.

Agora me diz, que Belieber normal recusaria ir ao shopping com sua sogrinha Pattie ? Ah, eu não sou uma Belieber normal, assim como meu ídolo u-u

Pattie: Mas querida...
Justin: - a interrompi - Ela vai sair comigo mãe .
Eu: - ri - Aham, senta lá Cláudia -.-
Justin: Me ama demais - todos riram -.
Eu: Não tô vendo graça nenhuma .
Justin: Claro, não tem como se ver - riram -.
Eu: Haha , olha como eu tô rindo - ironia subindo -.
Ryan: Sabem que os opostos..
Eu: - o interrompi - .
Alfredo: Toma Ryan - rindo -.
Eu: Hum, será que o Kenny poderia me levar a um lugar ? - perguntei ao Scooter -.
Scooter: Pergunte isso ao Justin, já que ele é segurança dele .

Olhei para o Justin que estava com um sorriso vitorioso no rosto. Ele não iria deixar mesmo que eu implorasse, mas também não iria fazer isso .

Eu: Ah, esquece então. Alfredo - o olhei sorrindo -.
Alfredo: Não tenho carro pra te levar a lugar nenhum - riu -.
Eu: - ri - Não é isso, preciso de você para outra coisa - sorri -.
Ryan: Hum .. - maliciosamente -.
Alfredo: Pra quê ? - disse estranhando -.
Eu: Seus mentes poluidas - ri - Pode me acompanhar ?
Alfredo: Tudo bem - disse se levantando -.
Justin: Espera ai Alfredo. Eu não ti liberei - sorri ironico -.
Alfredo: - olhou pra mim com uma cara tipo "e agora ?" -.
Eu: Sério que vai fazer isso Justin ?
Justin: Não estou fazendo nada (SeuNome) .

Ele ama me irritar, não é possível .

Eu: Ok - respirei fundo - Você pode me acompanhar por um momento Justin ? - sorri forçado -.
Justin: Mas é claro (SeuNome) - argh' que garoto bobo -.

Todos olhavam tudo atentamente, não sei mas parecia que eles tentavam de alguma maneira entender tudo aquilo. Melhor assim, não quero que eles saibam o que aconteceu, pelo menos não agora .

Eu: Ótimo - sorri falso - Vem e tchau pessoas .

Disse saindo por fim dali e indo em direção ao jardim, sim Justin estava logo atrás me acompanhando, fui até o lugar que o Alfredo me mostrou e me sentei no banco. Justin fez o mesmo sentando-se ao meu lado .

Se eu quero matar ele ? Ah, vocês não imaginam o quanto. Como ele pode ser tão.. tão.. tão bobo ? Ontem estava um princípe comigo e hoje parece que está de TPM, na boa .

Eu: Você é bipolar ou o quê ? - disse olhando as flores a nossa frente -.
Justin: - ri - Eu não sou bipolar. Você que é - senti seu olhar sobre mim -.
Eu: Ah é, vê se sou eu que trato uma pessoa super bem num dia e no outro até escondo as coisas dela - não direcionei meu olhar para ele em nenhum momento -.
Justin: Não seja tão dramática - riu -.
Eu: Mas eu não estou sendo, só é a verdade Justin .
Justin: Não gosto quando você me chama de Justin - me segurei para não rir, juro -.
Eu: Esse é o seu nome não é ? - sim, eu não o olhei por nenhum momento -.
Justin: É mas.. - fica em silêncio - pode por favor olhar pra mim ?
Eu: Não tô afim .
Justin: Aham, fingo que acredito .
Eu: Por favor .
Justin: - ri - Consigo te irritar facilmente né .
Eu: Que bom que você sabe .
Justin: Mas consigo fazer outra coisa com muita facilidade também .
Eu: Bom pra você mas não quero saber .
Justin: Não seja má princesa - droga, ele conseguiu arrancar um sorriso de mim só por ter me chamado assim - Consegui um sorriso - disse sorrindo pelo que pude perceber -.
Eu: Bobo .
Justin: Que você ama .
Eu: Amo nada .
Justin: Bom, não foi isso que você demonstrou ontem a noite .
Eu: - senti minhas bochechas corarem e abaixei minha cabeça -.
Justin: Não precisa ficar com vergonha .
Eu: - me levantei - Mas eu não estou .
Justin: - se levantou ficando na minha frente - Está sim e é o que eu amo em você .

Awn, não consegui falar nada. Ele é tão idiota (as vezes) mas ao mesmo tempo tão fofo. Só consegui sorrir olhando em seus olhos .


Justin: Viu, você me ama - sorriu -.
Eu: Convencido .
Justin: Eu não.. - muda sua expressão sorridente - I love you .



Como pode ser tão lindo ? Eu apenas sorri. Ele se aproximou colocando uma de seus mãos no meu rosto e simplesmente selou nossos lábios .



Foi apenas um selinho porque estávamos no meio do jardim, qualquer pessoa poderia ver e tirar uma foto por exemplo .

Eu: Você é maluco ? - perguntei me afastando um pouco dele -.
Justin: Só se for por você - sorriu -.
Eu: Bobo - ri - Ah é, ainda tô brava contigo -.-
Justin: Sério que você vai ficar assim ?
Eu: Se você me contar a verdade não fico - fiz uma carinha fofa -.
Justin: Mas eu já falei, não é nada. O Scooter que falou atoa mesmo, você sabe como ele é .
Eu: Aham, sei .
Justin: Eu tô falando a verdade amor .

Espera ai, eu escutei isso mesmo ? Ele me chamou de amor ? OMB !
Não consegui conter o sorriso .


Eu: Tudo bem, eu acredito em você - disse sorrindo -.

Ainda não creio que ele me chamou de amor, tipo é a primeira vez, eu não seio que pensar, não sei o que fazer, estou tão feliz que fico sem saber .

Justin: Assim que eu gosto de te ver, com esse sorriso que é o mais lindo do mundo - sorrindo -.
Eu: Coisa linda - apertei sua bochecha de leve -.
Justin: Também não precisa disso tudo né - ri -.
Eu: Ah, talvez - ri - Estou com fome - fiz bico -.
Justin: Eu também. Vamos almoçar ?
Eu: Vamos sim - sorri -.

Ele tentou pegar na minha mão mas eu não deixei .

Justin: Ah, qual é agora ? - é estranho ouvir ele falar desse jeito -.
Eu: - ri - Hey Bieber, não estamosem um lugar deserto .
Justin: - ri - Viu, você que é boba .
Eu: Ah é, nossa .

Fomos andando, iriamos direto para o restaurante quando ele me olha com uma carinha tão fofa que não resisti e deixei ele pegar na minha mão .


Qual a sensação de andar de mãos dadas com o Justin ? Ah, pergunta velha. Bom, é como andar de mãos dadas com quem se ama, tipo fica-se arrepiada só pelo toque dele, eu na verdade fico super tímida mas até que disfarço bem .

------------------------------------------------------------------

Continua :3

Sei que esse cap. ficou super sem sal e tals. Mas é porque mesmo de férias tenho trabalhos a fazer e fico sem idéia. Ninguém merece -.- Só que ainda deixei a dúvida sobre esse show, hm ..

Respondendo alguns comments:
Peace ☠ Love: awn sua linda >.< Vê se não some mais tá ? rs <3
BieberMeuLove: Obg amor, eu segui o seu também *-*
Amanda: awn, minha linda. Obg mas se não fosse você nem teria mais ele né :3
Também te amo amor <3
@juss2duda: awn, você que é princesa >.< Também te amo pft *-*

Vocês são lindas demais, sério. Obrigado pelos comentários suas perfeitas, se não fosse vocês acho que nem teria mais #ib nenhuma. Obrigado por tudo mesmo *--*
Amo vocês ♥

8 comentários ?
Podem marcar em 'Gostei' por favor ? >.<

Beijinhos, a garota do blog :*